Norbert Lammert visita a Casa Stefan Zweig – Petrópolis

Debate „A Unidade Espíritual do Mundo – Reflexães político-culturais sobre pacifismo nacionalismo e exílio“

Também disponível em Deutsch

Norbert Lammert participou no dia 28 de setembro de 2017 num debate sobre os temas nacionalismo, pacifismo e exílio e sobre a importância atual do legado espiritual de Stefan Zweig. O evento foi organizado pela Fundação Konrad Adenauer (KAS) no Brasil em cooperação com a Casa Stefan Zweig.

Imagem 1 de 13
Rossi, Beloch, Lammert

O Prefeito de Petropolis, Bernardo Rossi, cumprimenta Norbert Lammert, junto com o president da Casa Stefan Zweig, Israel Beloch

No dia 28 de setembro de 2017, aconteceu na Casa Stefan Zweig em Petrópolis o debate "A Unidade Espiritual do Mundo - Reflexões político-culturais sobre pacifismo, nacionalismo e exílio". Norbert Lammert, presidente do Parlamento Federal alemão (Bundestag) e vice-presidente da KAS, abriu o evento com uma palestra marcante. As palestras temáticas de Fábio Koifman e Renato Lessa e o debate que sucederam a fala de Norbert Lammert tiveram como foco temático a importância atual de Stefan Zweig em tempos nos quais a xenofobia e a intolerância social e religiosa em diferentes regiões do mundo estão aumentando. O evento contou com grande interesse do público e resultou em várias perguntas dos convidados, especialmente com vista ao resultado das eleições do Parlamento Federal Alemão do dia 24 de setembro, e a subsequente entrada do partido AfD, partido populista da direita, no Parlamento Federal Alemão, além do atual curso político dos EUA que aparenta caminhar para o nacionalismo. O evento tratou também os temas do exílio, a política brasileira de imigração e a influência de exiliados de fala alemã no Brasil, como Stefan Zweig. No debate, que foi moderado pela diretora da Casa Stefan Zweig, Kristina Michahelles, participaram – além dos palestrantes – Norbert Lammert e Israel Beloch, presidente da Casa Stefan Zweig.

Depois do evento, Norbert Lammert visitou o túmulo de Stefan e Lotte Zweig e colocou - conforme a tradição judaica - junto com vários embaixadores, Irael Beloch e Jan Woischnik, diretor da KAS no Brasil, três pedras no túmulo.

Parte da visita de Norbert Lammert a Petrópolis foi além do evento também um almoço a convite do Prefeito Bernardo Rossi com a diretoria da Casa Stefan Zweig, o embaixador da Alemanha, Georg Witschel, a embaixadora da Áustria, Irene Giner-Reichl, o embaixador e diretor da Delegação da União Europeia no Brasil, João Gomes Cravinho, o diretor do Museu Imperial, Maurício Vicente Ferreira Jr., e os diretores dos parceiros institucionais da KAS, José Pio Borges (CEBRI, Centro Brasileiro de Relações Internacionais) e José Mario Brasiliense (Oficina Municipal). Ao final, Maurício Ferreira fez um tour guiado com o grupo e mostrou peças selecionadas de uma exposição temática que se dedica à relação entre Dom Pedro II e o Brasil imperial com a Alemanha.

Autor

Sophie Weber

Série

Contribuições aos eventos

publicado

Brasilien, 3 de Outubro de 2017

Contacto

Jan Woischnik

Representante no Brasil

Jan Woischnik
Tel. +55 21 2220 5441
Fax +55 21 2220 5448
Idiomas: Deutsch,‎ English,‎ Español,‎ Français,‎ Italiano,‎ Bahasa Indonesia,‎ Português