XV. Conferência de Segurança Internacional "Forte de Copacabana"

Gestão internacional de crises

Também disponível em Deutsch

Pela 15ª vez o Rio de Janeiro foi também esse ano palco da Conferência de Segurança Internacional „Forte de Copacabana”. Nesta ocasião reuniram-se em 21 de setembro políticos, militares, diplomatas e acadêmicos da Europa e América Latina para discutir sobre os desafios da segurança internacional. A organização da maior conferência internacional de segurança da América Latina ficou por conta da Fundação Konrad Adenauer (KAS) e do Centro Brasileiro de Relações Internacionais (CEBRI), com apoio da Delegação da União Europeia no Brasil.

Imagem 1 de 11
O membro do Parlamento Federal Alemão (Bundestag), Andreas Nick, abriu o primeiro painel da XV. Conferência Internacional de Segurança “Forte de Copacabana”, com o tema „Gestão de Crises Internacionais”.

O membro do Parlamento Federal Alemão (Bundestag), Andreas Nick, abriu o primeiro painel da XV. Conferência Internacional de Segurança “Forte de Copacabana”, com o tema „Gestão de Crises Internacionais”.

Os temas centrais tratados foram: “Gestão de Crises Internacionais”, “Gestão da Crise da Mudança Climática” e “Gestão dos Fluxos de Refugiados”. O público teve a oportunidade de absorver um pouco do conhecimento dos palestrantes e moderadores, que informaram e debateram sobre os assuntos durante a conferência. Com os dois primeiros discursos do General de Brigada da Alemanha, René Leitgen, e do Ministro de Defesa do Brasil, Joaquim Silva e Luna, o público foi aproximado ao tema da Gestão de Crises Internacionais.

O primeiro painel foi iniciado pelo convidado de honra da KAS, Andreas Nick. O membro do Parlamento Federal Alemão (Bundestag), explicou em seu discurso introdutório a importância da gestão de crises internacionais em meio a um cenário mundial crescentemente em crise. As consequências das mudanças climáticas, dos fluxos de refugiados, assim como outros desafios globais, trazem problemas cada vez mais graves para a segurança internacional. Ao longo do debate, moderado por Georg Witschel, Embaixador da Alemanha no Brasil, ficou claro que uma revisão dos atuais modelos de gestão de crises e um maior esforço de cooperação internacional para prevenção de crises são necessários.

No segundo painel os especialistas convidados debateram sobre as consequências da mudança climática para a segurança internacional. A mudança climática muitas vezes é reconhecida quando já é tarde para uma reação e representam por este motivo uma ameaça à segurança internacional. O representante especial para o Indo-Pacífico na Diretoria Geral para Relações Internacionais e Estratégia do Ministério da Defesa da França, Nicolas Regaud, destacou em suas palavras introdutórias que ações imediatas são necessárias, tendo em vista as iminentes e já existentes crises.

O último painel foi aberto por Henning Speck, Assessor Especial de Política Externa e de Segurança para o Grupo Parlamentar CDU/CSU da Alemanha. Como mais uma consequência da já mencionada crise, durante o segundo painel foi trazido como tema principal a quantidade crescente de refugiados no mundo inteiro. Influenciados não só pelas catástrofes naturais, mas também por conta de guerras civis e pobreza, multidões fogem de seus próprios países e buscam abrigo na Europa ou outros países da América Latina. Os participantes discutiram em especial sobre os fluxos de refugiados que decorreram da crise na Venezuela e da guerra civil na Síria. Houve consenso quanto à a situação problemática na segurança de fronteiras, que precisa ser colocada em foco.

Durante toda conferência ficou evidente que as atuais e futuras crises, que definem a atual política mundial, necessitam de uma maior cooperação entre Europa e América. Somente através da cooperação internacional a gestão de crises os futuros desafios transnacionais poderão ser superados.

Autor

Diogo Winnikes

Série

Contribuições aos eventos

publicado

Brasilien, 21 de Setembro de 2018

Contacto

Jan Woischnik

Representante no Brasil

Jan Woischnik
Tel. +55 21 2220 5441
Fax +55 21 2220 5448
Idiomas: Deutsch,‎ English,‎ Español,‎ Français,‎ Italiano,‎ Bahasa Indonesia,‎ Português