Desenvolvimento, Infraestrutura e Coesão Regional:

a experiência da União Europeia e da América do Sul

Também disponível em Deutsch, English, Español

Este seminário dedicou-se a analisar as relações inter-estatais dentro do quadro da globalização e da formação de acordos regionais, procurando examinar em que medida eles influenciam a governança e possibilitam o desenvolvimento sustentável, a cooperação e a coesão social.

Imagem 1 de 4
AFBNDES

O Seminário de Cooperação Técnica Internacional da Cátedra Jean Monnet sobre "Desenvolvimento, Infraestrutura e Coesão Regional: as Experiências da União Européia e da América do Sul" foi organizado pela Associação dos Funcionários do Banco Nacional de Desenvolvimento (AFBNDES) com o apoio do Programa Regional Segurança Energética e Mudanças Climáticas na América Latina (EKLA) da Fundação Konrad Adenauer (KAS).

O evento, que aconteceu nos dias 16 e 17 de outubro, no Rio de Janeiro, na sede do BNDES, dedicou-se a analisar os avanços e perspectivas da integração regional, colocando no centro do debate a questão da participação social prevista nos próprios documentos, bem como o papel dos bancos de desenvolvimento como instrumentos capazes de prestar apoio técnico e financeiro em infraestrutura. Em particular, recebeu atenção o papel do BNDES, o principal agente para a implementação da política de investimento do governo federal brasileiro.

Os focos temáticos do evento foram o papel da infraestrutura para o desenvolvimento, com uma análise das potencialidades e os desafios no marco da Iniciativa para a Integração de Infraestrutura Regional na América do Sul (IIRSA); a integração energética como solução dialogada para o desenvolvimento sustentável; os Fundos de Coesão Europeus e a Política Agrícola Comum Europeia, seguido de um debate sobre a adoção de uma política agrícola comum no âmbito sul-americano como instrumento para o desenvolvimento em tempos de crise; a cooperação ao desenvolvimento na Europa, América do Sul e Ásia; as perspectivas econômicas e o papel dos bancos de fomento.

Ao longo dos anos, a América do Sul vem desenvolvendo iniciativas visando à integração regional, baseada no direito ao ambiente ecologicamente equilibrado, na participação popular e na redução de assimetrias. Entre as várias iniciativas, podemos destacar o MERCOSUL, a Comunidade Andina de Nações, o Tratado de Cooperação Amazônica e, mais recentemente, a IIRSA, nascida no ano 2000, e incorporada à União das Nações Sul-Americanas (UNASUL) em 2011, dentro do fórum técnico do COSIPLAN (Conselho de Infraestrutura e Planejamento). No entanto, a estrutura de integração é altamente fragmentada, demandando melhorias da governança e da segurança jurídica. Frente a este diagnóstico, e visando ao maior engajamento da academia, do setor privado e do setor financeiro nos projetos da região, o debate focou-se na análise do cenário atual, comparações com modelos de integração da Europa e da Ásia, e sugestões para o futuro.

Autor

Karina Marzano Franco

Série

Contribuições aos eventos

publicado

Brasilien, 23 de Outubro de 2017

Logo Programa Regional EKLA KAS portugués

Contacto

Karina Marzano Franco

Coordenadora de Projetos

Karina Marzano Franco
Tel. +55 21 2220 5441
Fax +55 21 2220 5448
Idiomas: Português,‎ Deutsch,‎ English,‎ Español,‎ Français