A cadeia de valor do lítio

Também disponível em English, Español

O workshop sobre "a Cadeia de Valor do Lítio" em La Paz, Bolívia, contou com a presença de representantes do governo boliviano, uma delegação da União Europeia e especialistas do Chile e Argentina que debateram sobre o papel da América do Sul na transição energética e a cooperação para o desenvolvimento sustentável.

Imagem 1 de 6
Evento

A transição energética na Alemanha alterou a demanda sustentável de matérias primas energéticas desde o exterior. Lítio, estanho e outras matérias primas serão o já são mais importantes que o petróleo e o gás para a segurança energética alemã.

América Latina é uma região abundante nestes recursos e se converteu em um parceiro chave para a transição energética alemã. Logo, a cooperação econômica e o desenvolvimento que priorizem os benefícios mútuos das partes envolvidas, ocupa o primeiro plano do trabalho coordenado pela KAS e foi tema de um workshop com foco na "Cadeia de Valor do Lítio" organizado em La Paz, Bolívia.

Situado no departamento de Potosí, na Bolívia, o salar de Uyuni é considerado o maior lago artificial de sal do mundo e, ao mesmo tempo, conta con os maiores depósitos de lítio do país. Estima-se que dos dez bilhões de toneladas de sal que contém o salar, aproximadamente cinco milhões equivalem a Lítio. O mineral tem um potencial eletroquímico, por isso o lítio é empregado para armazenar energia. No futuro, esta matéria prima será requerida em maiores proporções para avançar a indústria de veículos elétricos.

O engenheiro Luís Alberto Echazú Alvarado, Vice-ministro de Altas Tecnologias Energéticas da Bolívia, deu um discurso inaugural sobre o marco jurídico e institucional do lítio no país. Segundo o Plano de Desenvolvimento Econômico e Social e la Constituição, a política do Estado Plurinacional da Bolívia está orientada para o aproveitamento e industrialização de toda a cadeia dos recursos evaporíticos do país. Em cumprimento desta política, Bolívia encontra-se na busca e gestão de parceiros estratégicos a nível mundial para implementar seus planos de industrialização.

Por parte da Alemanha, Dr. Hubertus Bardt, Diretor Gerente e Chefe do Departamento de Pesquisas de IW-Köln discursou sobre a segurança de matérias primas para a transição energética alemã. Ademais de explicar os objetivos da política atual alemã, Bardt comentou sobre os desafios do setor de eletromobilidade e os avanços em termos de novas tecnologias.

Em seguida, o evento se dividiu en dois panéis de discussão, o primeiro com foco na cooperação alemã-boliviana em matérias primas relevantes para a transição energética, e o segundo ampliou a abordagem para um diálogo europeu-latinoamericano para o desenvolvimento de negócios no setor de lítio. A agenda completa está disponível abaixo.

O evento contou tambén com o apoio da União Europeia, da Embaixada Alemã em La Paz, o Instituto de Pesquisas Econômicas de Colônia, a Agência Alemã de Cooperação Internacional (GIZ), a Câmara de Comércio e Indústria Boliviano-Alemã (AHK) e a Fundação Konrad Adenauer na Bolívia.

Agenda (em espanhol)

Miércoles, el 6 de Diciembre de 2017

  • 08.00 h Registro
  • 09.00 h Bienvenida
    • Dr. Christian Hübner, Director EKLA-KAS
    • León de la Torre Krais, Jefe de la Delegación de la Unión Europea en Bolivia
    • Matthias Sonn, Embajador de Alemania en La Paz
  • 09.15 h Materias primas en Bolivia para la transición energética alemana: Litio y co.
    • Ing. Luís Alberto Echazú Alvarado, Viceministro de Altas Tecnologías Energéticas de Bolivia
  • 09.45 h La seguridad de materias primas para la transición energética alemana
    • Dr. Hubertus Bardt, IW-Colonia, Alemania
  • 10:15 h (I) Panel: Perspectivas para una cooperación alemana-boliviana en materias primas relevantes para la transición energética
    • Juan Carlos Montenegro, Gerente de la empresa estatal Yacimiento del Litio Bolivianos (YLB)
    • Michael Mechlinski, Consultor Energías Renovables y Litio, GIZ
    • Carlos Peláez Gauthmon, Gerente General de Brücken Consult GmbH
    • Carlos Delius, Kaiser, Empresa Boliviano
    • Carlos Alberto Echazú, Economista y Abogado en Industrias Extractivas y Regulación
      • Moderación: Iván Velásquez, KAS Bolivia
  • 11.45 h Pausa/Coffee
  • 12.00 h (II) Panel: Diálogo político europeo-latinoamericano para el desarrollo de negocios en el sector de litio
    • Mónica Castro, Global Consultora en Desarrollo Sostenible, Bolivia
    • Mauricio Lisa, Asociación Civil de Estudios Populares, ACEP, Argentina
    • Carolina Ferreira, Asesora del litio y Gobernanza de Salares, Ministerio de Minería de Chile
    • Dr. Hubertus Bardt, IW-Colonia, Alemania
      • Moderación: Karina Marzano, EKLA-KAS

Autor

Karina Marzano Franco

Série

Contribuições aos eventos

publicado

Brasilien, 11 de Dezembro de 2017

Logo Programa Regional EKLA KAS portugués

Contacto

Karina Marzano Franco

Coordenadora de Projetos

Karina Marzano Franco
Tel. +55 21 2220 5441
Fax +55 21 2220 5448
Idiomas: Português,‎ Deutsch,‎ English,‎ Español,‎ Français