Evento

XVIII Forte de Copacabana - Conferência de Segurança Internacional

Does no War Mean Peace? International Security Strategies in a New Geopolitical World Order

Details

FORTE_Header

A Konrad-Adenauer-Stiftung no Brasil promove o diálogo entre o Brasil e a União Européia, assim como a discussão sobre o papel do Brasil na região e no mundo. Desde 2004 a KAS e seus parceiros CEBRI  - Centro Brasileiro de Relações Internacionais - e a Delegação da UE no Brasil organizam a maior conferência de segurança internacional da América Latina, "Forte de Copacabana". Este ano, devido às circunstâncias especiais, o evento acontecerá mais uma vez virtualmente.

Acesse aqui

 

programa

Boas-vindas

*10:00 Brasília / 15:00 Berlim

Júlia Carneiro: Mestre de Cerimônia, jornalista e correspondente internacional

 

Abertura

Anja Czymmeck: Representante da Fundação Konrad Adenauer (KAS) no Brasil, Alemanha

José Pio Borges: Presidente do Conselho Curador do CEBRI, Brasil

Ignacio Ybáñez: Embaixador da União Europeia no Brasil, UE

 

Painel de Abertura: Ausência de guerras significa paz? Estratégias de segurança internacional em uma nova ordem geopolítica mundial

*10:20 Brasília / 15:20 Berlim

A Globalização está alterando a natureza do risco. Sistemas naturais e sociais — do clima a energia, alimentos, água e economias — estão fortemente interligados. A segurança internacional e a gestão global de risco devem implementar estratégias eficazes em uma nova ordem geopolítica mundial. Esta mesa busca analisar a gestão global da crise sob a ótica tradicional da segurança, considerando, primeiramente, o desempenho histórico necessário das Forças Armadas em países latino-americanos e europeus. Posteriormente, busca analisar como alianças transnacionais entre países podem aprimorar estratégias de defesa relativas a diversos tipos de ameaças e, por sua vez, como a tecnologia e o ambiente virtual podem promover soluções ou mecanismos que instiguem respostas a situações de crise. É necessário o foco individual para avaliar ameaças interconectadas e aumentar a resiliência globalmente.

 

Annegret Kramp-Karrenbauer: Ministra da Defesa, Alemanha

Javier García Duchini: Ministro da Defesa, Uruguai

Stefano Sannino: Secretário-geral do Serviço Europeu para a Ação Externa - SEAE, UE

Guilherme Mattos de Abreu: Contra-almirante, Representante do Ministério da Defesa, Brasil

MODERADOR = Henning Speck: Assessor de Política Externa e Segurança do Grupo Parlamentar CDU/CSU, Alemanha

 

Painel 1 – O nexo civil-militar: gestão global de risco e o papel das Forças Armadas

*14:00 Brasília / 19:00 Berlim

Existem três elementos comuns às crises: i) uma ameaça; ii) o elemento surpresa, e iii) um tempo curto para decisões. Para que ameaças as Forças Armadas estão se preparando? O principal objetivo deste painel é apresentar uma análise do papel das Forças Armadas em países da América Latina e da Europa. É importante discutir como diferentes processos históricos recentes deram origem à construção de uma relação multifacetada e funcional entre civis e líderes militares. Por outro lado, buscamos selecionar boas práticas que favoreçam mudanças em direção a melhor reputação e parceria entre militares e civis.

Thomas Silberhorn: Vice-ministro, Ministério da Defesa, Alemanha

Giovanni Manione: General de Divisão, Vice-Diretor do Estado Maior da União Europeia, UE

Luis Mauricio Ospina Gutiérrez: General de Divisão, Diretor da Academia Militar da Colômbia, Colômbia

Danielle Jacon Ayres Pinto: Vice-Presidente da Associação Brasileira dos Estudos de Defesa ABED, Brasil

MODERADORA = Monica Hirst: Professora da Universidade do Estado do Rio de Janeiro e da Universidad Torcuato di Tella, Argentina

 

 

17 de Setembro: 2° Dia de Conferência

 

Painel 2 – Superando a insegurança: multilateralismo e o papel de alianças transnacionais de segurança

*10:00 Brasília / 15:00 Berlim

Alianças transnacionais representam importante apoio e segurança para países em situação de insegurança. Além disso, tais parcerias fortaleceram a iniciativa de acordos de cooperação em áreas transversais, trazendo benefícios às partes envolvidas. O objetivo deste painel é debater o papel de Alianças Transnacionais de Segurança e como promover uma gestão mais eficiente para minimizar o impacto financeiro da crise econômica pós-pandemia nos orçamentos de defesa, bem como analisar o papel do investimento em novas tecnologias de defesa em apoio às Forças Armadas na preparação para cenários de incerteza ou de ameaças, e fortalecer a cooperação internacional na área de defesa e segurança internacional.

Joanneke Balfoort: Diretora de Políticas de Segurança e Defesa SEAE/SECDEFPOL, UE

Cristián Castaño Contreras: Diretor-geral do Centro de Estudos Estratégicos e de Governo, México

Ronaldo Carmona: Professor da Escola Superior de Guerra e Senior Fellow do CEBRI, Brasil

MODERADORA = Daniela Braun: Analista de Política Externa e de Segurança, KAS, Alemanha

 

Painel 3 – Mudando o jogo: respostas cibernéticas a situações de crise

*14:00 Brasília / 19:00 Berlim

De maneira geral, o surgimento de uma ordem geopolítica global complexa e interdependente tem contribuído para o aumento da prosperidade e da segurança global. No entanto, fatores como pandemias, terrorismo, mudanças climáticas, nacionalismos, extremismos, perda de biodiversidade, emergências de escassez e o aumento da resistência a antibióticos em todo mundo, entre outros, impõem sérias ameaças e tem o potencial de causar crises e situações de emergência. Este painel irá contemplar a resposta a emergências, análise de boas práticas, capacitação de segurança internacional e estratégias de recuperação. Embora a gestão de riscos seja essencial e deva fazer parte de qualquer plano de resposta, respostas cibernéticas e soluções técnicas estão sendo muitas vezes negligenciadas. Os especialistas irão analisar casos anteriores e identificar melhores práticas, bem como as deficiências deste cenário.

 

Diego de Ojeda García-Pardo: ​​​​​​​Chefe da Unidade de Coordenação de Implementação da Política Externa, Segurança e Defesa, União Européia

Kaan Sahin: Assessor Estratégico para Diplomacia Cibernética, Ministério das Relações Exteriores, Alemanha

Carolina Sampó: Pesquisador do Conselho Nacional de Pesquisa Científica e Técnica (Conicet), Argentina

Jeimy J. Cano: Professor da Escuela Superior de Guerra, Colômbia

MODERADOR = André Clark: General Manager da Siemens Energy Brazil e Conselheiro do CEBRI, Brasil

 

Encerramento

*15:15 Brasília / 20:15 Berlim

Ignacio Ybáñez: Embaixador da União Europeia no Brasil, UE

José Pio Borges: Presidente do Conselho Curador do CEBRI, Brasil

Anja Czymmeck: Representante da Fundação Konrad Adenauer (KAS) no Brasil, Alemanha

 

compartilhar

adicionar ao calendário

foro

Conferência Virtual

contato

Aline Bruno Soares

Aline Bruno Soares bild

Coordenador do Projeto de Relações Internacionais

aline.soares@kas.de +55 21 2220 5441 +55 21 2220 5448