Contribuições aos eventos

Eleições 2018: a hora da virada

de Franziska Hübner

O papel da juventude na estabilidade da democracia brasileira

As eleições de 2018 trazem riscos e oportunidades para o Brasil. Como os jovens podem contribuir para a consolidação da democracia brasileira?

Abalados pelo maior escândalo de corrupção da história do Brasil, novas acusações diárias de corrupção e notícias sobre abuso de poder e obtenção de vantagens pessoais, não é surpreendente que apenas 13% dos brasileiros estejam satisfeitos com a democracia (fonte: Latinobarómetro). Essa é a porcentagem mais baixa entre os países da América Latina. Cansados e desencantados com contínuos casos de corrupção, muitos brasileiros dão as costas à política. Devido às eleições para a Presidência da República, os Governos dos Estados, o Senado Federal, a Câmara dos Deputados e as Assembleias Legislativas dos Estados e do Distrito Federal, 2018 tem o potencial de ser o ano da virada no Brasil. Oferece desafios e riscos – como o fortalecimento de forças populistas e o distanciamento da população cada vez maior da política –, mas também a oportunidade de renovação.

Neste cenário, a KAS Brasil e membros da Juventude do Democratas, partido parceiro da KAS, debateram a contribuição dos jovens para a renovação política do quinto maior país do mundo. Os participantes concordaram sobre a fragilidade dos partidos políticos no Brasil e a necessidade do fortalecimento da credibilidade partidária e também da proposição por parte dos partidos de soluções concretas para os problemas da população. A capacidade dos partidos – organizações fundamentais de uma sociedade pluralista – para resolver problemas sociais pode restaurar a credibilidade dos atores e partidos políticos. No que se refere aos jovens, sub-representados no sistema político brasileiro, os participantes problematizaram principalmente sua dependência dos líderes partidários em todos os níveis. Constataram que o sistema político brasileiro apresenta excessivos traços de pessoalidade. Além disso, poucos candidatos, em geral representantes da velha política, frequentemente dominam o cenário político. A participação política ativa de todos deve ser fortalecida ainda mais dentro dos partidos, concluíram palestrantes e participantes. No decorrer do seminário, os jovens políticos analisaram criticamente o Estatuto, o Código de Ética e o Ideário do Democratas.

Além desses temas centrais, os participantes puderam treinar e desenvolver em exercícios práticos suas habilidades retóricas e estratégias de argumentação em Itaipava (RJ) nos dias 18 e 19 de maio.

compartilhar

Pessoa de contato

Franziska Hübner

Franziska  Hübner bild

Representante Adjunta

Franziska.Huebner@kas.de +49 30 26996-3513